“NINGUÉM MORRE QUANDO É LEMBRADO PARA SEMPRE” – DICA DE LEITURA – O MELHOR LIVRO QUE JÁ LI ATÉ HOJE E CANDIDATO A ENTRAR PARA O SEU RANKING PESSOAL DE MELHORES LIVROS DE TODOS OS TEMPOS – BÔNUS DESTE POST : UMA TRILHA SONORA QUE VAI TE FAZER CHORAR MUITO – DETALHE = ASSIM COMO ACONTECE COM TODO MUNDO UM DIA, O AUTOR DESSA FRASE E DESSE LIVRO INCRÍVEL MORREU HOJE.


“Ninguém morre quando é lembrado para sempre”

A Frase Inspiradora Do Dia – De Carlos Heitor Cony


  • Minha dica de leitura de hoje vai para o que eu chamo de um Senhor Livro.

  • Breve História de como fui apresentado a este livro incrível:

  • Um dia eu entrei numa pequena e muito seleta livraria que fica até hoje dentro de uma galeria de arte colada a um complexo de cinemas de arte.

  • Entrei com a expectativa de comprar um bom livro.

  • Olhando o tempo se esgotar rapidamente para o início do filme, eu quis encurtar caminho, fui até ao balcão e desafiei a dona da livraria que estava do lado de dentro do mesmo:

  • -Por favor, me veja ai o melhor livro que você tem entre todos os que estão à venda.

  • -Detalhe: Mas eu só vou te pagar depois de ler o livro e se gostar! Se eu não gostar, não pago e não devolvo o livro, falei em tom de desafio.

  • Para a minha surpresa, a dona da livraria concordou com meu desafio, saiu por alguns minutos e voltou com um pequeno embrulho nas mãos e me entregou dizendo :

  • -Aqui está o melhor livro que você vai ler em toda a sua vida – se por acaso não gostar, não precisa me pagar.

  • Surpreso com a rapidez e a qualidade do atendimento, fiquei curioso em saber o nome e conhecer o conteúdo daquele livro que a proprietária da livraria me entregou com tanta convicção.

  • Como combinado, peguei o livro embalado dentro de um belo embrulho de presente e tendo ainda alguns minutos parei numa cafeteria entre a livraria e o cinema e me sentei para tomar um café e comecei a folhear o livro, curiosíssimo da Silva.

  • O que aconteceu depois disto, foi trágico e cômico ao mesmo tempo:

  • Trágico porque mergulhei tão profundamente dentro daquele livro especial que acabei não vendo o tempo passar e perdendo o filme que eu queria tanto assistir naquele dia.

  • Cômico porque fui convidado pelo garçom da cafeteria a me retirar porque eles já tinham encerrado o expediente e eu não dava nenhum sinal de que levantaria daquela cadeira tão cedo. Rs.

  • Marquei a página, paguei pelo café e fui embora para casa dirigindo e pensando na incrível história daquele livro intercalando-a com as memórias da minha história pessoal.

  • Naquele mesmo dia, passei mais algumas horas em claro durante a madrugada para terminar de ler o livro inteiro, tamanho o meu interesse, a minha curiosidade e o meu prazer ler aquela obra prima.

  • Detalhe – no dia seguinte, voltei à livraria e não só paguei o livro, como comprei mais 10 exemplares para dar de presente a amigos e parentes que apreciavam uma boa leitura.




  • Depois desta pequena introdução, faço abaixo um breve resumo da história do livro :

  • Ano de 1995.

  • O sujeito entra na recepção do hotel e logo recebe do balconista um embrulho – era um pacote que deixaram para ser entregue para ele em mãos.

  • Curioso, ele reconhece no embrulho, traços de uma pessoa familiar, a começar pelo tipo de nó do barbante que o circulava e a terminar pelo desenho inconfundível da letra que tinha escrito seu nome.

  • Mas esta é a letra do meu pai, disse ele emocionado – a letra e o modo.

  • Tudo no embrulho era uma pista clara e inequívoca de que ele só poderia ter sido enviado pelo seu pai.

  • Só que nada daquilo fazia sentido – seu pai já era falecido – na verdade tinha falecido dez anos antes.

  • Filho de um jornalista carioca encantador e bom vivant, ele levou o embrulho para casa desconfiado e emocionado ao mesmo tempo.

  • Levou tempo até criar coragem para abri-lo, quando parou e ativou o baú das memórias que aquele embrulho evocava.

  • Incrível como cada objeto de sua memória trazia a lembrança do seu querido pai.

  • Desde o cheiro que impregnava o embrulho que o fazia lembrar do gel que seu pai usava no cabelo e que insistia que ele usasse no seminário de padres católicos que chegou a frequentar por alguns anos.

  • Também o cheiro da manga, a fruta preferida do seu pai, o fez desconfiar daquele pacote.

  • Cada cheiro familiar e envolvente o fazia se lembrar do velho e querido pai a ponto dele lembrar da cena do seu velho caindo do pé de mangas do cemitério bem em cima de uma carroça cheia de flores bem diante de parentes e amigos do morto que estava ali para ser enterrado.

  • E assim, entre cheiros e imagens, que o filho reconstitui cada momento emocionante de sua vida muito marcada pela figura do pai carismático, agradável e fanfarrão.

  • As memórias o fizeram se lembrar de ter herdado deste velho pai a sua enorme sede de viver e experimentar cada momento da vida como se fosse o único, ou talvez o último.

  • Foi seu pai que o estimulou a ser curioso, a ser um leitor incorrigível e a querer fazer uma coisa nova na vida por dia.

  • A lembrança do pai então flui como o balão que ambos soltaram numa inesquecível noite de São João.

  • Rádios da época, vidros de perfumes, antenas com pontas cobertas por Bombril para melhorar a transmissão dos velhos aparelhos de TV da época.

  • Tudo o fazia lembrar do enorme entusiasmo demonstrado por seu pai em cada gota de vida derramada.

  • Para seu pai, acordar e abrir os olhos era uma benção e receber um bom dia era uma homenagem.

  • Tem a história da riqueza seguida de falência do pai, da mudança de um bairro nobre para um bairro pobre do Rio de Janeiro, provocadas por uma mentira que o pai armou para matar alguns dias de trabalho como jornalista e se encontrar com a mulher que ele chamava carinhosamente de mãe.

  • E assim se passam as histórias narradas neste livro incrível, entre realidade e ficção, trechos de matar de rir, de surpreender até os mais incrédulos, de chorar de emoção pela relação carinhosa e amiga entre pai e filho.

  • Você lê o livro inteiro sem saber se o embrulho será aberto ou não, sem saber se trata de encomenda póstuma do seu saudoso pai, mas o termina com os olhos cheios d´água e alegre por ter lido uma bela e bem escrita aventura no melhor estilo literário que eu já vi em toda a minha vida.

  • Este livro é uma excelente metáfora da vida metabolizada em forma de lembranças trazidas em flashs de memória de imagens que nunca saem da nossa mente. Se você adora livros, adora seu pai e adora sua vida, este é um livro que você não pode deixar de ler.

  • Confirmando a profecia daquela vendedora, posso afirmar sem medo de errar :

  • Este é o melhor livro que eu já li até hoje. Recomendo ! Detalhe :

  • Outro dia fiquei bastante surpreso com a notícia de que este livro virou filme com um elenco de primeira linha, com atores que também gosto muito como o Tony Ramos.

  • Ainda não tive o privilégio de assistí-lo, mas o terei um dia, ainda que o fantasma de filmes medianos inspirados em livros fora de série me assuste.

  • Só poderei confirmar se a qualidade do filme se aproxima à qualidade do livro vendo com meus próprios olhos – se o filme for 70% do livro, já terá valido a pena.




  • Para encerrar este post, escolhi uma linda música que tem a ver com o tema do livro e que vai te tocar o seu coração, te fazer se emocionar e inspirar ainda mais o seu dia e a sua vida –

  • Ouça “Father and Son”de Cat Stevens

  • Ela vai tocar seu coração enquanto você a escutar – você vai se ver, se sentir ao lado de seu pai neste vídeo

  • Ele vai te mostrar um filme de uma das relações mais especiais da sua vida :

  • Você e seu pai crescendo juntos, do nascimento até a velhice.

  • Você vai se emocionar, vai chorar muito, vai despejar todos aqueles sentimentos profundos que tem pelo seu pai e ou pelos seus filhos.

  • É uma música perfeita sobre uma relação perfeita –principalmente neste trecho traduzido da música :

  • “Eu Estou Velho, Mas Estou Feliz !…

  • Já fui como você agora – e sei que não é fácil ficar frio quando se descobre que alguma coisa está acontecendo. – Mas dê um tempo, pense muito –Pense em tudo que você tem.

  • Amanhã você ainda estará aqui mas seus sonhos talvez não. ”

  • Considere como se esta música fosse para você – para contar a sua história narrada num tom de emoção profunda e regada às melhores lembranças da sua vida.

  • Veja, ouça e chore lembrando do seu pai :



Esse post é uma homenagem a um dos maiores escritores que já li até hoje na vida = CARLOS HEITOR CONY !

Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2743 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*