“O que você passa tempo fazendo também pode dizer o que você deveria fazer como profissão. Porque, às vezes, as coisas que fazemos sem pensar são as coisas em que naturalmente somos bons.” Frase de  Gretchen Rubin – Ei – o que você mais faz quando quer passar o tempo, o que te diverte, o que te deixa mais feliz na vida? Já pensou que ai pode estar a pista do seu maior talento na vida? Uma pequena história sobre este tema = Uma vez eu era diretor de uma grande multinacional de serviços e tinha a responsabilidade pela área de operações e qualidade e precisava encontrar um candidato muito bom para assumir a gerência de qualidade de uma das divisões. Um dia apareceu para entrevista um funcionário da própria empresa que trabalhava na área comercial e que estava descontente com o seu ambiente de trabalho. Queria ser entrevistado por mim, para tentar fugir da antiga área. Ele foi honesto comigo durante a entrevista e por esta razão eu jamais o contrataria, pois estava procurando o melhor para a posição. Só que durante a entrevista, eu tinha um carrinho de corrida de colecionador que tinha sido presente da minha equipe durante a comemoração do meu aniversário. Enquanto conversávamos, o sujeito não tirava os olhos do carrinho e quando a entrevista terminou eu estava decidido a dizer ali mesmo que agradecia a visita dele, mas que infelizmente ele não reunia as condições para o cargo. Terminada a entrevista e antes de nos despedirmos, a minha secretária nos trouxe um café com broa de fubá e enquanto tomávamos o café descontraidamente, eu fiz a pergunta que deveria ter feito durante a entrevista e não fiz: – EI, fulano, o que você faz na vida para passar o tempo? Para responder, o cara pôs a xícara em cima da mesa, levantou-se e pegou o carrinho de corrida miniatura para o qual ele tanto olhava e me disse : Eu gosto de passar meu tempo fazendo isto, apontando para o carrinho que estava quebrado por causa de uma queda durante uma das últimas limpezas. – Eu gosto de passar o meu tempo, consertando coisas quebradas e entre um gole de café e uma conversa, ele acabou consertando o defeito do carrinho. Quando, enfim ele estava para se despedir e eu pronto para agradecer e dizer que ele não reunia as características que precisava para o cargo, eu me levantei, apertei a sua mão e disse : Parabéns, você é o mais novo gerente de qualidade da empresa! Surpreso, ele sorriu, me agradeceu muito, mas me pediu para esclarecer uma coisa pois ele tinha entendido que tinha ido mal na entrevista e não seria contratado. Ai eu contei para ele que aquela tinha sido a minha impressão – de que o talento dele fosse mais voltado para a área comercial do que para a área operacional, até perguntar qual era o passatempo predileto dele. Quando ele me falou e demonstrou na prática, com o carrinho de corrida que ficava em cima da minha mesa, que ele adorava consertar coisas quebradas, eu tive um insight – Puxa, este é o CARA ! Na gerência de qualidade, o que fazemos o tempo todo é consertar coisas quebradas, no caso da empresa – Processos quebrados. Ele foi contratado e até hoje eu o considero um dos melhores gerentes de processos e qualidade com quem eu já trabalhei. // MaLuCo.

22 de julho de 2014 0
1 167 168 169 170 171 176