COMO CONTRIBUIR PARA SUA EMPRESA GANHAR MAIS DINHEIRO

comercio-varejo-min
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Google+
“Aqui em nossa empresa só existe uma única razão para a formação de estoques = Suportar e apoiar as vendas diárias, nada mais!” MaLuCo:)


Você e sua empresa – melhores e mais bem sucedidos – essa é a causa do nosso blog, que tem como um dos grandes inimigos a crise que atrapalha as empresas e as pessoas.

A obra de arte que escolhi para ilustrar este post é “The Shop of the Bookdealer” – “A Loja do Livreiro” de Johannes Jelgerhuis – Amsterdã 1820 – lendo o texto abaixo você vai associar a imagem com a ideia da livraria como modelo de negócio que ganha dinheiro em sua gestão.

Visando te ajudar a ajudar a sua empresa a superar a crise e a gerar melhores resultados em seu negócio, listamos abaixo algumas dicas muito úteis :

Sua empresa sofre com altos estoques (principalmente dos produtos que menos vendem) e com grandes faltas (principalmente de produtos que mais vendem)?

E sua empresa sofre da síndrome da falta de previsões de demandas futuras de vendas mais acertadas que provoca a perda de vendas importantes ao mesmo tempo em que gera estoques em excesso?

Então pense em explorar as ideias resumidas abaixo para melhorar o resultado da sua empresa :

Estoque alto na empresa é crime e um sinal de má administração – procure aumentar o giro e reduzir drasticamente o seu estoque, sem prejudicar suas vendas.

-Quem não mede, não gere ! Então faça levantamentos diários dos produtos que mais sobram (geralmente são os que menos vendem) e dos produtos que mais faltam (geralmente são aqueles que mais vendem)

-Elabore um programa para diminuir imediatamente o estoque em excesso e ao mesmo tempo reduzir drasticamente a compra de novas matérias primas de acordo com um sistema de controle de estoques de guerra.

-Crie uma trava em seu sistema de compras para evitar compras de matérias primas ligadas àqueles produtos que menos giram, menos saem e menos vendem.

-Inspire-se no exemplo das livrarias :  uma livraria é uma grande lição sobre como gerenciar seu estoque – veja como elas possuem vários exemplares diferentes de livros para vender e quase não têm grandes estoques dos mesmos nem em suas lojas, nem em seus depósitos e dificilmente perdem vendas ou atrasam entregas.

-A redução inteligente de estoques costuma impactar positivamente em mais de 20% a lucratividade da sua empresa.

-Nunca se acostume e nem tolere com grandes quantidades de rupturas (faltas e atrasos de produtos finais para entregar aos seus clientes) e principalmente com enormes quantidades de produtos finais que sobram e lotam o estoque.

Pratique, pregue e espalhe a única lógica que justifica a formação de estoques em uma empresa:


PRECISAMOS DE ESTOQUE POR APENAS UMA ÚNICA RAZÃO : APOIAR E SUPORTAR AS VENDAS.


Coloque uma placa gigante na entrada de sua empresa com os dizeres acima e evangelize seus compradores para que eles sigam essas palavras religiosamente e ao pé da letra.

Se sua empresa está acumulando estoques e eles não estão apoiando as vendas imediatas, corrija imediatamente esta situação.

Todo estoque que estiver há muito tempo parado na empresa precisa ser diminuído drasticamente.

Inspire-se na lógica da Toyota para controlar seus estoques : “Vendeu um, comprou um” – ou seja passe, a partir de hoje, a gerenciar a compra de novas matérias primas usando como base os últimos produtos vendidos e não as previsões de vendas futuras de todos os produtos de seu catálogo.

-Faça o ressuprimento diário do seu estoque e oriente-o para a reposição das últimas vendas.

-Questione de forma dura novos pedidos para compras de matérias primas de produtos que não vendem e sobram em excesso no estoque – faça planos de vendas agressivas do mesmo e controle rígido de seus estoques até que as sobras diminuam de forma inteligente.

-Repetindo – ressupra diariamente o seu estoque, apenas de acordo com o consumo.

-Mude o contrato com seus fornecedores – faça programações de longo prazo, mas só autorize a produção e o envio das matérias primas em pequenas partes e de acordo o fechamento das vendas dos respectivos produtos acabados.

-Só envie novos pedidos para seus fornecedores, de acordo com o consumo real de seus produtos vendidos e mais nada. Isto vai ajudar sua empresa a ter mais resultados e a ganhar mais dinheiro.

Centralize todas as compras de matérias primas em um único lugar e em poucas pessoas bastante treinadas na mentalidade voltada para o aumento do giro e a redução dos estoques e a compra de novas matérias primas apenas para apoiar as vendas dos produtos acabados.

Reduza a desconexão entre as compras e o real consumo – pois a combinação entre previsões de vendas excessivamente otimistas que quase sempre não se concretizam e o longo tempo para ressuprimento das matérias primas é quase sempre fatal para a sua empresa.

Ao ler as dicas acima, você pode me perguntar : mas quais são os benefícios das mesmas para mim e para a minha empresa?

Veja aqui a minha resposta :

Ao se orientar pelas dicas acima (muito óbvias mas pouco praticadas na maioria das empresas) a tendência é que sua empresa gire muito mais rapidamente o estoque – o que se transformará na sua maior vantagem competitiva.

Estoque alto e parado é o mesmo que ter dinheiro enterrado na sua empresa e não poder usá-lo.

A administração inteligente e eficiente dos seus estoques aumentará o desempenho da sua empresa, melhorará significativamente seus resultados, reduzirá a falta dos produtos que mais vendem e acabará com o excesso e a sobre dos produtos que menos vendem.

Que você consiga ajudar a sua empresa a ter cada vez mais resultados e a ganhar cada vez mais dinheiro !

Uma dica final para o cidadão comum inspirada no post acima para empresas :

Pense em aplicar essa mesma mentalidade em sua casa – administre o seu estoque e suas compras de forma a manter o menor estoque possível

Um exemplo didaticamente simples : não compre 30 sabonetes para estocar na despensa por vários meses, ao invés disso compre apenas a quantidade de sabonetes que gastou na semana e reduza a frequência de suas compras de mensal para semanal ou até para diária se possível e nunca, mas nunca mesmo gaste o dinheiro que sobrar em mãos – aplique-o em seu benefício e reduza seu consumo ao nível mínimo necessário (principalmente reduza a compra daquilo que se você não comprar, nada de ruim te acontecerá). Aplique o mesmo exemplo do sabonete a todos os itens que você compra para a sua casa.

A música que escolhi como trilha sonora deste post é :

Daniel GetUP – Dinheiro, Fama e Poder, um som jovem e legal que nos inspira a pensar no uso consciente do dinheiro, fama e poder :

Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2691 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*