IMPERDÍVEL – LISTA DE 100 MELHORES LIVROS ESSENCIAIS DA LITERATURA MUNDIAL


“A SOLUÇÃO PARA TODOS OS PROBLEMAS

ESTÁ NOS LIVROS”

A minha frase inspiradora de hoje


Para ilustrar esse post, escolhi a obra prima, a pintura :

A Leitora (em francês: La Liseuse) – uma pintura do século XVIII a óleo sobre tela do pintor francês Jean-Honoré Fragonard.

A pintura mostra uma jovem usando um vestido longo amarelo, de gola branca e um laço de fita púrpura na cabeça.

Ela está sentada em uma cadeira com uma almofada nas costas e segura um livro com a mão direita.

Fragonard se inspirava no universo da educação e da cultura para pintar suas obras, como A Lição de Música e O Estudo.


IMPERDÍVEL – LISTA DE 100 MELHORES LIVROS ESSENCIAIS DA LITERATURA MUNDIAL

Eu adoro livros – eu adoro ler.

Ler é muito chique e está cada vez mais na moda – quanto mais você lê, mais interessante você fica.

Através da leitura entramos em contato com excelentes histórias e a história é o melhor instrumento que uma pessoa pode ter para acelerar seu aprendizado e criar seu próprio legado. Leia mais, leia muito, leia para ser cada vez mais interessante.

A seguir, apresento a lista dos 100 Livros Essenciais da Literatura Mundial – O ranking das melhores obras da história em todos os gêneros – (de acordo com a Revista de Cultura Bravo) – eu concordo com ela, pois uma das minhas maiores realizações na vida pessoal foi já ter lido mais da metade deles :

(em amarelo, destaco os que li e mais gostei entre todos da lista):

1) Ilíada – Homero
2) Odisséia – Homero
3) Hamlet – William Shakespeare
4) Dom Quixote – Miguel Cervantes
5) A Divina Comédia – Dante Alighieri
6) Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust
7) Ulysses – James Joyce
8) Guerra e Paz – Leon Tolstoi
9) Crime e Castigo – Dostoievski
10) Ensaios – Michel de Montaigne

11) Édipo Rei – Sófocles
12) Otelo – William Shakespeare
13) Madame Bovary – Gustav Flaubert
14) Fausto – Goeth
15) O Processo – Franz Kafka
16) Doutor Fausto – Thomas Mann
17) As Flores do Mal – Charles Baudelaire
18) Som e a Fúria – William Faulkner
19) A Terra Desolada – T. S. Eliot
20) Teogonia – Hesíodo

21) As Metamorfoses – Ovídio
22) O Vermelho e o Negro – Stendhal
23) O Grande Gatsby – F. Scottt Fitzgerald
24) Uma Estação no Inferno – Arthur Rimbaud
25) Os Miseráveis – Victor Hugo
26) O estrangeiro – Albert Camus
27) Medéia – Eurípides
28) A Eneida – Virgílio
29) Noite de Reis – William Shakespeare
30) Adeus às Armas – Ernest Hemingway

31) Coração das Trevas – Joseph Conrad
32) Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley
33) Mrs. Dalloway – Virginia Woolf
34) Moby Dick – Herman Melville
35) Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe
36) A Comédia Humana – Balzac
37) Grandes Esperanças – Charles Dickens
38) O Homem Sem Qualidades – Robert Musil
39) As Viagens de Gulliver – Jonathan Swift
40) Finnegans Wake – James Joyce

41) Os Lusíadas – Luís de Camões
42) Os Três Mosqueteiros – Alexandre Dumas
43) Retrato de Uma Senhora – Henry James
44) Decameron – Bocaccio
45) Esperando Godot – Samuel Beckett
46) 1984 – George Orwell
47) Galileu Galilei – Bertolt Brecht
48) Os Cantos de Maldoror – Lautréamont
49) A Tarde de um Fauno – Mallaemé
50) Lolita – Vladimir Nabokov

51) Tartufo – Molière
52) As Três Irmãs – Anton Tcheckov
53) O Livro das Mil e Uma Noites
54) Don Juan – Tirso de Molina
55) Mensagem – Fernando Pessoa
56) Paraíso Perdido – Jonh Milton
57) Robinson Crusoe – Daniel Defoe
58) Os Moedeiros Falsos – André Gide
59) Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
60) Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde

61) Seis Personagens em Busca de um Autor – Luigi Pirandello
62) Alice no País das maravilhas – Lewis Carrol
63) A Náuse – Jean-Paul Sartre
64) A Consciência de Zeno – Ítalo Svevo
65) Longa Jornada Noite Adentro – Eugene O’Neill
66) A Condição Humana – André Malraux
67) Os Cantos – Ezra Pound
68) Canções da Inocência /C.do Exílio – William Blake
69) Um Bonde Chamado Desejo – Teneessee Williams
70) Ficções – Jorge Luis Borges

71) O Rinoceronte – Eugène Ionesco
72) A Morte de Virgílio – Herman Broch
73) As Folhas da Relva – Walt Whitman
74) Deserto dos Tártaros – Dino Buzatti
75) Cem Anos de Solidão – Gabriel García Marques
76) Viagem ao Fim da Noite – Louis-Ferdinand Céline
77) A Ilustre Casa de Ramires – Eça de Queirós
78) Jogo da Amarelinha – Júlio Cortázar
79) As Vinhas da Ira – John Steinbeck
80) Memórias de Adriano – Marguerite Yourcenar

81) O Apanhador no Campo de Centeio – J.D. Salinger
82) Huckleberry Finn – Mark Twain
83) Contos de Hans Christian Andersen
84) O Leopardo – Tomaso di Lampedusa
85) Vida e Opiniões do Cavaleiro Tristam Shandy – Laurence Sterne
86) Passagem Para a Índia – E.M Forster
87) Orgulho e Preconceito – Jane Austen
88) Trópico de Câncer – Henry Miller
89) Pais e Filhos – Ivan Turgueniev
90) O Náufrago – Thomas Bernhard

91) A Epopéia de Gilgamesh
92) O Mahabharata
93) As Cidades Invisíveis – Ítalo Calvino
94) On The Road – Jack Kerouac
95) Lobo da Estepe – Hermann Hesse
96) Complexo de Portnoy – Philip Roth
97) Reparação – Ian MacEwan
98) Desonra – J.M. Coetzee
99) As Irmãs Makioka – Junichiro Tanizaki
100) Pedro Páramo – Juan Rulfo


Para encerramento deste post bem intelectual, escolhi como trilha sonora uma versão remixada eletrônica de hiper-canônica “Tocata e Fuga em D Menor” do gênio Bach:


 

Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2743 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*