PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO E NOS ESTUDOS = 104 MELHORES MÚSICAS DE JAZZ DE TODOS OS TEMPOS


Hoje tirei o dia para escrever sobre Cultura e o estilo musical que eu gosto mais :

O JAZZ.

O meu objetivo com posts sobre esta categoria é te ajudar na redução dos momentos de tensão, stress, tédio e rotina do dia a dia.

Espero que você goste da Playlist que preparei especialmente para você com as 104 melhores músicas de Jazz de todos os tempos.

É uma lista pessoal baseada em 5 outras listas internacionais com a opinião dos mais renomados especialistas no tema – eu fiz uma compilação das listas e do resultado, selecionei as 104 melhores músicas da minha preferência.

Vamos explorar um pouco mais o tema ?

O que o Jazz representa

“Simplesmente abra seus ouvidos!”, me ensinou um grande amigo norte-americano, maior apreciador e colecionador de Jazz que eu conheço, dono de uma audição apurada, fruto da sua cegueira desde que nasceu.

“Simplesmente abra seus ouvidos e deixe o som do Jazz entrar por eles, invadir a sua mente, o seu corpo, a sua corrente sanguínea e a sua alma”, completa ele.

O Jazz é o som mais próximo do silêncio que eu conheço e tem o dom de proporcionar maior bom gosto e equilíbrio às nossas vidas.

O Jazz tem o poder de equilibrar o seu dia, seja equilibrando o seu mundo interior, como uma música que ouve de perto, em total concentração ou meditação, prestando atenção a cada letra, acorde e som.

O Jazz também tem o poder de equilibrar o mundo exterior ao seu redor, como uma música que se ouve de longe, música de fundo, música ambiente, ideal para você ouvir fazendo outra coisa como estudar, trabalhar ou simplesmente bater um bom papo.

O Jazz te acalma quando tudo está agitado dentro e fora de você e te energiza quando tudo está muito calmo dentro e fora de você.

Muitas pessoas alegam que não escutam Jazz porque não entendem muita coisa sobre ele, mas eu comparo o bom Jazz ao Bom Vinho – para você apreciar um Bom Jazz ou um Bom Vinho você não precisa ser um expert no assunto, basta você experimentar e cultivar aqueles que te fazem bem.

Portanto, o primeiro passo para gostar mais de Jazz é simplesmente ouvindo Jazz, treinando seus ouvidos de acordo com o traçado das músicas.

O Jazz consegue ser uma música de bom gosto, de tom elegante, clássico, chique, erudito e ao mesmo tempo popular.

Ele provoca uma agradável e indescritível sensação originada da combinação harmoniosa do som de instrumentos de sopro, percussão, metais, bateria e da voz humana.

Uma breve história do Jazz

Você já teve a curiosidade de se perguntar por que o estilo de música se chama Jazz, de onde surgiu esta palavra e qual é a sua origem?

Eu tive e fui pesquisar e vi que nos primórdios a palavra Jass era escrita com duas letras S no lugar do Z e que seu significado era ligado a uma gíria da época muito usada na região americana da Louisiania, relacionada ao ato sexual.

Quando começou a se popularizar, por volta de 1913, o Jass importou o nome com o qual ficou conhecido de um famoso esporte, o beisebol onde a palavra Jazz era usada com significado de vigor e espírito de luta.

O Jazz surgiu nos Estados Unidos na virada para o Século XX, criado pelos descendentes dos escravos a partir de elementos da música africana, da música européia entre outras.

Considerada a trilha sonora do século XX, o Jazz tornou-se mais conhecido no início dos anos 20, caracterizado por se diferenciar dos outros gêneros musicais pela sua essência improvisada.

O maior charme do Jazz na minha opinião é que grande parte desta música é criada na hora em que está sendo tocada numa perfeita metáfora da vida humana, cada vez mais dependente da capacidade de improviso do indivíduo como arma para a sua sobrevivência.

Nenhuma apresentação ou gravação de Jazz pode ser considerada completa se não tiver um trecho totalmente improvisado. É interessante este tipo de conceito de improvisação, como se o músico estivesse criando a música que toca em público em tempo real.

O Jazz se caracteriza por ter dado vida a vários estilos, começando pelo pioneiro, o de New Orleans, que teve como grande astro o famoso Louis Armstrong, o grande astro das primeiras gerações sucedidas por outros estilos como as big bands, os swings e bebop.

Além de New Orleans o Jazz ganhou vida em Chicago e New York (que hoje pode ser considerada a Meca do Jazz no mundo).

Alguns detalhes e curiosidades interessantes sobre o Jazz:

1. 10 CDs que sintetizam a história do jazz e seus estilos e que você precisa ouvir:

Bird and Diz – Charlie Parker

Birth of the Cool – Miles Davis

Black Codes – Wynton Marsalis

Ellington at NewPort-Duke Ellington

Free Jazz – Ornete Coleman

Hot Fives – Louis Armstrong

I sing the body Electric – Wheater Report

Kind of Blue-Miles Davis

Mingus ah um – Charles Mingus

Presents the Bandwagon – Jason Moran

2. O melhor documentário sobre o Jazz que já vi até hoje e eu recomendo para quem quer saber mais :

“Jazz – Um Filme – de Ken Burns.

3. Bons filmes sobre Jazz para você relaxar vendo e ouvindo o melhor da música:

· Por volta da meia noite – filme de Bertrand Tavernier

· Bird – excelente filme de Clint Eastwod, que retrata com realismo a vida do saxofonista Charlie Bird Parker, um dos criadores do Bebop

· Ascensor ao Cadafalso – com trilha sonora de Miles Davis

4.Boas páginas na internet para conhecer melhor o Jazz :

www.allaboutjazz.com

www.ejazz.com.br

5.Melhores revistas sobre Jazz que eu já li:

revista down beat revista jazz


Clique aqui para ouvir a playlist


Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2674 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*