CRIE UM NOVO HÁBITO POSITIVO E SAUDÁVEL PARA VOCÊ – LEIA O RESUMO COMENTADO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA SEMANA PARA SE MANTER INFORMADO COM O MÍNIMO DE ESFORÇO – RESUMO DAS PRINCIPAIS MATÉRIAS DAS MELHORES REVISTAS SEMANAIS DO MUNDO (DE 06 ATÉ 12 DE NOVEMBRO DE 2017)

a frase inspiradora do dia


VOCÊ ! Uma pessoa melhor e mais bem sucedida – esta é a causa pela qual trabalhamos apaixonadamente aqui no blog do Maluco:)

Nossa missão é te servir cada vez melhor com conteúdos úteis e muito relevantes capazes de contribuir para o aumento do seu valor pessoal e profissional.

Nossos maiores inimigos comuns são a falta de tempo, o stress, o tédio e a rotina nossa de cada dia.

VOCÊ – Uma pessoa mais bem informada em bem menos tempo – é o objetivo deste post.


Como você já sabe, ler é meu vício.

Eu adoro muito ler e gosto mais ainda de compartilhar o que leio como forma de contribuir para que você se sinta bem informado com o máximo de conteúdo e o mínimo de tempo e esforço necessário para isto.

Eu procuro respeitar muito o seu tempo e a sua inteligência e uso o blog do maluco para combater os nossos inimigos comuns = a falta de tempo, o stress, o tédio e a rotina nossa de cada dia.

Está sem tempo? Então veja abaixo um resumo das notícias que você não deve perder, onde eu acrescentei meus comentários pessoais com *a letra destacada na cor verde.


* Se alguém me encontrasse na rua e me perguntasse o que eu vi de mais importante lendo as revistas desta semana, eu responderia que:

Procure ler sobre as repercussões que as redes e as mídias sociais estão gerando em cima de temas como racismo e assédio sexual – duas atitudes incompatíveis com o ser humano evoluído que habita o planeta em 2017.

Em nenhuma situação é aceitável que pessoas se portem como inconvenientes que tentam impor seus desejos e suas ideias para as outras pessoas, sem respeitar o espaço e as ideias das mesmas.

Racismo e assédio sexual são temas que estão pegando fogo no rastro da pólvora que foi lançada pelos recentes escândalos publicados na imprensa – hoje em dia ninguém consegue sair impune de um crime sem ser gravado, sem ser filmado, ser visto de maneira tão ampla pelas janelas do mundo digital.

Também leia sobre o que falam as revistas internacionais sobre duas lideranças opostas – O líder americano Donald Trump, um senhor de idade e de ideias protecionistas e isolacionistas num mundo cada vez mais global – Trump tem agido como o velho e bom biscoito de polvilho – só fazendo barulho sem necessariamente demonstrar conteúdo.

E sobre o líder francês Emannuel Macron, um jovem na casa dos trinta e tantos anos, que parece cada vez mais confortável no papel de líder de destaque que o mundo está lhe oferecendo.

E leia também sobre a reforma trabalhista aprovada por políticos cada vez mais sem expressão e respaldo popular e que entrou em vigor no Brasil recentemente, já começando com disputas por interesses entre funcionários públicos e privados, seus respectivos chefes e os sindicatos que lutam desesperadamente para manter paradigmas velhos e ultrapassados.

Leia, ainda que a notícia não seja a melhor, leia para se informar e para formar a sua própria opinião, uma coisa cada vez mais necessária para a sobrevivência nos dias de hoje.


O QUE DIZEM AS REVISTAS NACIONAIS :

O Poder fulminante das redes sociais é o título da matéria de capa da Revista Veja dessa semana.

Numa capa de fundo preto, com a imagem de uma árvore estilizada com as folhas em diferentes tons de cinza e os troncos coloridos de vermelho, laranja e amarelo, aparece um pequena foto do jornalista William Waack, capturada no momento em que ele pensou estar dizendo em “off” palavras que foram interpretadas como gesto de racismo.

Acima da árvore, os logos das principais marcas de mídia social da atualidade – youtube, twitter, whatsapp, instagram e facebook.

* O caso do jornalista acima citado foi um exemplo do tamanho da força das mídias sociais nos dias de hoje.

William Waack cultivou por anos uma imagem de um jornalista respeitado, culto, inteligente e influente.

Em fração de segundos arranhou toda esta imagem cultivada por décadas de um trabalho brilhante, com um comentário muito infeliz.

Eu sinto muito, lamento muito pelas palavras ditas pelo jornalista.

A ninguém nesse mundo tão conectado dos dias de hoje é permitido ofender uma pessoa por qualquer que seja o motivo.

Atitudes impensadas como essa, retiram a máscara de pessoas consideradas acima de qualquer suspeita.

O ser humano é por natureza imperfeito, precisa se auto policiar para viver bem em sociedade.Uma pena.

O afastamento do jornalista da emissora em que trabalhava foi uma grave consequência de atos que serviram para manchar a sua própria imagem.

Vivemos num mundo digital, hiper conectado, onde cada gesto, cada ação, cada palavra pode ser capturado até mesmo sem que o infrator perceba.

No mundo real, faz sentido o ditado ” O crime não compensa” – no mundo digital, essa frase é acompanhada de evidências que expõem os infratores como nunca havia acontecido antes.

As mídias digitais e sociais tornaram os cidadãos comuns em vigias, fiscais e investigadores on line.


Numa capa de fundo azul, a revista Isto É projeta a imagem dos mais conhecidos líderes tucanos em forma de uma roda onde cada um se agarra à manga dos paletós dos colegas dos dois lados.

O título da matéria é a crise no ninho Tucano.

* A atual e mais forte crise do PSDB desde a sua fundação, pode comprometer e muito as pretensões eleitorais do partido nas próximas eleições.

Novamente é uma frustração muito grande para a população brasileira descobrir que os partidos políticos estão cercados de pessoas envolvidas em fraudes, esquemas e escândalos de corrupção. Pelo visto não tem sobrado nem um partido e nem um político sobre o qual se possa colocar a mão no fogo.

É uma pena que a ambição por dinheiro, fama e poder tenha contaminado de forma negativa pessoas em que a população depositava todas as esperanças. Uma pena!


A Revista Época foi a única a colocar em sua capa um dos temas mais importantes da semana – A Reforma Trabalhista – que acaba de entrar em vigor. Numa capa de fundo completamente azul claro, uma carteira de trabalho de capa igualmente azul aparece congelada dentro de um bloco de gelo e do lado de fora a frase : Há vagas…Congeladas!

*Sancionada há quatro meses, a reforma começa a valer. E nem bem entra em vigor, já promete uma briga entre funcionários públicos e privados e seus respectivos patrões, cercados de todos os lados por sindicatos que tentam manter os velhos padrões das relações trabalhistas do passado num mundo cada vez mais dentro do futuro.

Em minha opinião essa é mais uma das recentes reformas aprovadas por políticos sem respaldo popular que perderam o respeito da população por envolvimento em atos de corrupção.

Tinha tudo para ser um gesto nobre e histórico e acabou virando mais um gesto para “inglês ver”.

Políticos fragilizados aprovaram uma reforma à altura da imagem dos mesmos, desestimulando o povo brasileiro a ler, a acompanhar e debater com profundidade um tema que precisa ser trabalhado com mais seriedade.

Lendo a matéria temos a sensação que colocaram uma roupa nova numa lei velha, mantendo a essência desatualizada e burocratizada da mesma, sem considerar de verdade os avanços tecnológicos dos últimos tempos.


O QUE DIZEM AS REVISTAS DE NEGÓCIO DA SEMANA :


O QUE DIZEM AS REVISTAS INTERNACIONAIS :


A Revista The Economist trata de geopolítica em sua última capa.

Coloca em sua capa a imagem de uma águia olhando para o lado esquerdo, tendo o horizonte ao fundo.

A matéria mostra como a influência global dos Estados Unidos está diminuindo sob o comando de Donald Trump, um ano depois de sua eleição.

* Donald Trump foi eleito como uma clara mensagem da população : que ela queria ver mudanças profundas na condução do país, cansada que estava de ver políticos considerados bons se valerem de muito marketing para encobrir o fato de que eles não estavam fazendo nada de prático e radical para atacar e resolver os maiores problemas dos Estados Unidos e do mundo.

Trump tem tentado ser diferente, só que escolheu um caminho atabalhoado onde faz da crítica e do ataque a tudo e a todos sua maior arma de defesa.

Da maneira como governa, Trump está fazendo os Estados Unidos se recolher e dar vários passos para trás.

Ele tenta fechar a economia americana em torno de si mesmo, ignorando o fato de que a globalização é um mal necessário.

Com políticas internas e externas fracas e atrasadas, Trump demonstra ter muito dificuldade para conduzir o governo americano, ainda que esteja em plena viagem de vários dias pela Ásia.

Trump parece pequeno e encolhido aos olhos do mundo, sem a liderança que é exigida do líder de uma das maiores potências do planeta.

A revista mostra que entre erros e acertos(que ele também tem), o saldo parece negativo.

Trump está perdendo uma grande oportunidade de fazer as coisas acontecerem, de uma forma diferente e melhor do que seus antecessores que também não tiveram a capacidade e a grandeza para resolver os maiores e mais graves problemas da atualidade, que não são nem longe fáceis de serem resolvidos.


Na contra-mão da revista Economist, a revista Time desta semana desta uma foto gigante do líder francês Emmanuel Macron, de apenas 39 anos dizendo que ele pode se sentir em casa no mundo atual, onde ele é apontado como a nova liderança européia e global e ainda diz que ele está apenas começando. A revista apresenta uma longa entrevista exclusiva com Macron, que deveria ser lida na íntegra, para entender para onde o mundo está indo.

*Macron representa o novo, a novidade, sem traços de radicalismo, a esperança no jeito de fazer política nos dias de hoje – um elemento surpresa, sem muita experiência passada, mas com grande apoio popular para fazer o que for preciso para implantar a mudança que seus antecessores não forma capazes de implantar.


A revista alemã Focus estampa em sua capa uma matéria cujo tema é :

O desejo do silêncio – uma necessidade cada vez mais crescente num mundo tão barulhento quanto o de hoje – vale uma olhada na matéria.

*Certa vez eu ouvi uma frase que nunca mais saiu da minha cabeça : ” O silêncio é o som mais próximo da paz que eu conheço”


Para encerrar este post e inspirar muito mesmo sua nova semana, escolhi uma música de bom gosto, suave e leve como eu espero que seja a sua semana:

Ouça a música da Pianista Brasileira Eliane Elias, que ganhou o Grammy de melhor álbum de jazz no ano passado :



  • Twitter
  • LinkedIn
  • Google+

  • Twitter
  • LinkedIn
  • Google+

  • Twitter
  • LinkedIn
  • Google+

  • Twitter
  • LinkedIn
  • Google+

  • Twitter
  • LinkedIn
  • Google+

Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2702 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*