DICA DE FILME DA SEMANA – UM FILME QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE VER – UMA CAUSA PARA A QUAL VOCÊ NÃO PODE FECHAR OS OLHOS E NEM VIRAR AS COSTAS – É HORA DE ACABAR COM ESTE TIPO DE CRIME CONTRA A HUMANIDADE – HORA DE FAZER ALGO, ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS:

“A CRISE AMBIENTAL É ANTES DE TUDO, UMA CRISE INTERIOR”

A frase inspiradora do dia de Al Gore.


Minha dica de filme para hoje vai para um excelente documentário que você precisa ver e que defende uma causa para a qual você não pode, de jeito nenhum, fechar seus olhos ou virar as costas.

A dica de hoje vai para o filme :

“UMA VERDADE MAIS DO QUE INCONVENIENTE”


Esse filme é estrelado por Al Gore, ex vice-presidente dos Estados Unidos no período do presidente Bill Clinton e candidato derrotado por George Bush, na eleição americana seguinte.

De lá para cá, Al Gore procurou se posicionar como uma ativista que luta incansavelmente para salvar o planeta e chamar a atenção para o tema do aquecimento global.

Enquanto o Presidente Trump aparece na tela zombando da necessidade de medidas sérias para defesa do clima e do meio ambiente através do combate ao aquecimento global, o mundo inteiro se mobiliza cada vez mais para transformar a situação com ações individuais e principalmente coletivas de impacto.

Esse filme em forma de documentário está do lado dos que acreditam e lutam pela causa de um mundo melhor e mais digno para a vida dos seres humanos e seus descendentes.

Cenas incríveis e chocantes de grandes blocos de gelo se derretendo na Groelândia ao lado de outras cenas mostrando tempestades e chuvas torrenciais, inundações, tufões e furacões violentos e cada vez mais ferozes.

O mundo está cada vez mais quente e a consequência desse aquecimento global tem sido muitas destruições até pouco tempo inimagináveis.

As águas estão invadindo cada vez mais as cidades.

O filme flutua entre imagens assustadoras, negativas e até realistas, mas também flerta com imagens e notícias positivas nesse campo – como a de que estamos prestes a ver uma revolução tecnológica de impacto no campo da geração, distribuição e conservação da energia cada vez mais sustentável com menos recursos, desperdícios e complicações climáticas, como a que está apenas começando no setor de energia solar e eólica.

O documentário mostra políticos e especialistas se movendo para tentar evitar o pior, como na Conferência do Clima realizada em Paris.

As nações estão se unido para zerar a emissão de gases estufa.

Na contra mão do bom senso e de todos os esforços para salvar o planeta e o mundo de desastres com consequências horríveis, o Presidente Trump aparece em discursos contradizendo o senso de urgência de importância em torno do tema do combate ao aquecimento global.

Se em parte ele tem razão ao criticar políticos anteriores que fizeram muito marketing e pouca ação concreta para resolver o problema, por outro lado ele demonstra que suas alternativas são totalmente erradas e incabíveis num mundo cada vez mais dinâmico.

Em um momento tenso e emocionante do documentário, Al Gore aparece inflamado dizendo que as próximas gerações cobrarão de nós todos os atos nocivos e omissões diante da necessidade de frear todos esses problemas, apesar dos alertas dos cientistas.

É completamente errado fechar os olhos ou virar as costas para a proteção ou a salvação da humanidade.

É errado poluir a terra.

É errado não dar chance e nem cuidar das próximas gerações.

Lute! Faça Algo ! Nosso mundo depende desesperadamente disso !


Veja abaixo as notas de avaliação do filme que eu coletei dos maiores sites sobre cinema do mundo:

  • 5,8 na opinião de 3630 pessoas no site IMDB
  • 6,8 no site metacritic
  • 7,9 na opinião da crítica no site rotten tomatoes
  • 4,8 na opinião do público no site rotten tomatoes
  • nota 8 na minha opinião

Minha opinião pessoal sobre o tema = eu sou um defensor ferrenho de causas que podem mudar o mundo para melhor, pessoalmente me envolvo em várias delas e trabalhar pela causa de um mundo mais saudável, sustentável, verde, ecológico e renovável é um das causas nas quais mais me engajo.

Mas ao mesmo tempo que me engajo muito, procuro me informar um pouco mais sobre o tema, para expurgar os exageros, o fanatismo e a tendência de acompanhar uma moda muito divulgada que em algum momento pode pode se invertida.

Eu me lembro que na década de 70 as revistas, os jornais e as pessoas falavam muito em esfriamento global, de forma até paranoica quanto.

Hoje a situação se inverteu e todos nós falamos sobre aquecimento global.

Certo é que o fenômeno climático é complexo e a melhor forma de se engajar e lutar por um mundo melhor é através do aumento do saber, do conhecimento e da informação.


Veja o trailer e por favor, assista ao filme e procure se empenhar em prol dessa causa, através de ações pessoais e através da criação de um efeito epidemia em torno do tema (usando sua capacidade para energizar e contaminar o máximo de pessoas possível antes que elas tenham condições de reagir no sentido contrário ao de salvar o mundo e de lutar por um planeta melhor, mais sustentável e sem desperdícios):



 

Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2702 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*