COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

“1100 empresas quebram por dia.”

Frase de Ricardo Semler em sua recente palestra no evento CEO Summit da Endeavor


Esta não foi uma frase colocada em tom negativo para os empreendedores – ela tem o sentido de alertar os candidatos a novos empresários de que o mundo do empreendedorismo não é só sonhos e realizações.

Reconhecer que empreender não é tão fácil quanto parece nem como diz a indústria de livros motivacionais, pode ser de grande valia.

Para chegar lá é preciso ter uma visão realista das coisas. Empreender e ter sucesso não depende apenas de você querer – a estrada é promissora, mas tem obstáculos e desafios constantes.

Na minha opinião, lembrar que 1100 empresas quebram por dia serve de alerta para a necessidade que os empreendedores têm buscar um planejamento e uma execução que os livre desta trajetória.

Lembrar que 1100 empresas quebram por dia pode ser um motivador a mais para você querer empreender com sucesso. Mas muitas empresas não planejam fracassar, fracassam por não planejar. Por isso a importância do Plano de Negócios.

Empreender vale muito a pena ! Não tenha medo, sonhe e siga o conselho de ser ao mesmo tempo realista e cuidadoso.


Para ilustrar este post, escolhi a obra de arte, o quadro Praia em Heist – pintura centenária- óleo sobre madeira de Georges Lemmen – ela me sugere o mundo do empreendedorismo – infinito e cheio de sonhos e desafios como o mar.


COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS :

Em momentos de crise como o que vivemos agora é que surgem as grandes oportunidades para você superá-la através de muita criatividade, inovação e principalmente muito empreendedorismo.

Detalhe – por tudo que leio (saldo entre as visões otimistas e as pessimistas) e que já vivi até hoje, eu acredito muito numa recuperação econômica do Brasil nos próximos meses, talvez um pouco mais lenta do que se esperava, mas bastante provável.

Você pode ganhar a vida fazendo o quer desde que isto ajude as outras pessoas a conquistarem o que elas tanto querem também.

Uma das maneiras mais inteligentes que eu conheço para prosperar em tempos de crise é sendo muito ousado.

Ouse em empreender e você terá dado um passo importante para aumentar o seu sucesso no futuro.

Mas empreender não depende só de vontade e de ousadia, depende sim e muito de um plano.

E todo mundo que pretende empreender precisa ter um plano de negócios bem bolado.

Um plano de negócios que sirva de roteiro para sair do ponto onde você está e chegar ao ponto que você tanto sonha com a sua ideia.

Um plano de negócios que sirva para diminuir as taxas de risco e subsidiar as decisões, te ajudando a pensar sobre o futuro do seu negócio – para onde ir, como ir mais rapidamente e o que fazer durante o caminho para diminuir as incertezas e os riscos.

Pensando em te ajudar na confecção ou na checagem do seu plano de negócios, foi que eu escrevi este post – no final dele eu terei sucesso se você conseguir traçar um mapa do que será sucesso na sua jornada empresarial:

Roteiro básico e simplificado para ter um plano de negócios de sucesso :

Defina a base do seu negócio, a partir da sua ideia – monte o seu processo de liderança, a sua estratégia para alçar voo e ganhar impulso rumo ao sucesso – defina os produtos, serviços, processos que precisará e imagine os recursos que precisará usar para colocar tudo isto funcionando perfeitamente.

Defina a missão (razão para que você e seus colaboradores levantem todas as manhãs com vontade de fazer as coisas acontecerem na empresa).

Defina a visão (onde é que você gostaria de estar daqui 5 anos e como você e sua empresa gostariam de ser reconhecidos pelos clientes e pelo mercado).

Defina os valores (comportamentos necessários para compor a cultura da empresa a fim de atingir o seu plano).

Desenhe e defina os seus pontos fortes, seus pontos fracos, seus maiores riscos e suas maiores oportunidades ao empreender.

Tenha um plano que cubra todas as informações relativas ao mercado onde pretende atuar, ao seu setor de atuação, às medidas governamentais, condução da política, da economia e fatores ligados à tecnologia e à legislação que dizem respeito a você e à sua ideia.

Trace um mapa completo do que você precisará em relação aos seus colaboradores, seus fornecedores e tente esquematizar intensamente toda informação que disser respeito aos seus clientes.

Veja abaixo um pequeno check-list em forma de questionário para você confrontar suas respostas com as medidas necessárias para ter sucesso em sua empreitada:

Em uma folha de papel, responda cada questão com uma nota na escala de 1 a 5 de acordo com o grau de aderência do seu negócio à pergunta (sendo 1 – da mais baixa aderência e 5 –da mais alta aderência, usando as escalas intermediárias 2, 3 e 4 de acordo com a sua análise).

Ao final, identifique as questões de menor aderência e monte um plano ordenado dos itens onde você precisa trabalhar prioritariamente para ter um plano de negócioss robusto:

Tenho uma análise SWOT prévia do meu negócio (S-pontos fortes, W-pontos fracos, O-oportunidades e T-riscos e ameaças)?

Tenho uma lista dos fatores críticos para o sucesso do meu negócio?

Tenho uma análise dos empreendedores e dos colaboradores com os quais contarei no meu negócio (experiências, habilidades, talentos e curriculum)?

Tenho uma análise do mercado no qual o meu negócio está inserido – mercado potencial, o foco de atuação do negócio, o market share do mercado atual e tamanho do mercado?

Tenho uma análise dos aspectos demográficos – população, tamanho, concentração, composição etária, grau de escolaridade, composição familiar e censo demográfico?

Tenho uma análise dos aspectos econômicos que afetam diretamente o meu negócio (taxa de inflação, PIB -tamanho, crescimento e PIB per capita-, Taxa de juros e Câmbio)?

Tenho uma análise dos aspectos legais e políticos que envolvem o meu negócio (órgãos regulatórios e principais regulações que afetam o meu negócio, legislação específica sobre o setor onde quero atuar, impostos, limitações legais e impactos no código de defesa do consumidor e na proteção do meio ambiente)?

Tenho um levantamento dos aspectos tecnológicos que envolvem o meu negócio?

Tenho uma análise dos aspectos culturais que envolvem o meu negócio – fatores sociológicos, antropológicos, éticos, morais e de tradição?

Tenho um levantamento detalhado de informações relativas aos meus potenciais clientes – tamanho do mercado e público alvo (clientela) potencial, segmentação do mercado em diversas variáveis (geográficas, demográficas, psicográficas)?

Tenho uma lista completa da demanda dos potenciais clientes do meu negócio – razões principais e secundárias para uso dos meus produtos e serviços?

Tenho um estudo do perfil dos meus consumidores, seus perfis e seus hábitos de consumo?

Tenho um levantamento detalhado das marcas mais conhecidas e mais preferidas pelos consumidores?

Tenho uma lista completa dos atributos dos meus produtos e serviços que os consumidores mais adoram e mais detestam?

Tenho um estudo dos preços que os clientes estariam dispostos a pagar por meus produtos e serviços?

Tenho um estudo completo sobre meus possíveis concorrentes – principais características, pontos fortes, pontos fracos, principais estratégias de marketing, principais custos, principais benefícios e principais diferenciais?

Tenho um estudo e um levantamento completo dos meus fornecedores – produtos, características, preços, prazos de entrega, condições de pagamento, pontos positivos, pontos negativos, concorrentes mais competitivos?

Tenho um detalhamento de outros fatores que podem impactar determinantemente o meu negócio, como por exemplo : efeitos de sazonalidade, da situação econômica, do grau de disponibilidade de insumos, do ciclo de vida do setor, grau de imunidade à concorrência e potencial de lucro e crescimento?

Tenho uma estratégia de marketing completa e inteligente para o meu negócio que cobre: o produto, a tecnologia, o ciclo de vida, principais vantagens diferenciais e competitivas, planos de pesquisa e desenvolvimento, inovações, quebras de paradigma, preço, distribuição, promoção e propaganda, estrutura de serviços pré-venda, venda e pós-venda?

Tenho um plano estratégico completo para organização da empresa – missão, visão, valores, pontos fortes, fracos, oportunidades, riscos e ameaças – estratégicas de curto, médio e longo prazo e seus respectivos planos de execução, definição de cultura, políticas e principais características dos produtos e serviços (marca, logomarca, embalagens, design, nível de qualidade esperado)?

Tenho um planejamento financeiro sólido para o meu negócio contendo: investimento inicial necessário, projeção de resultados, projeção de fluxo de caixa, projeção de balanço e demonstração de resultados, ponto de equilíbrio, taxa de retorno do investimento (pay back), taxa de retorno para acionistas (capital, investimento,…)?


Que você vença sempre, ainda que 1100 empresas quebrem por dia, acredite em você, no seu negócio e use os erros dos outros como lição. Empreenda conhecendo e administrando com sabedoria, não evitando os ri$scos.


Para encerrar este post escolhi uma música que inspira a vontade de fazer acontecer  – Ouça Legião Urbana – Quando o sol bater na janela do seu quarto :

Sobre Mauro Condé [ MaLuCo:) ] 2689 Articles
Nascido em Belo Horizonte, Mauro Lúcio Condé carrega uma bagagem profissional de muito prestígio. De simples operário, Condé chegou à diretoria da General Eletric e também passou por grandes empresas como EDS e GEVISA, mas consagrou de vez sua carreira no Citibank, do qual foi Diretor Executivo de Qualidade e depois como executivo do Banco Itaú e Telefônica. As mais de quatro décadas de experiências levaram Mauro Condé a abrir sua própria empresa de consultoria e ministrar palestras no Brasil e no mundo.
Contato: Twitter

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.


*